Whitesnake, com fome, ameaça não tocar

Tocando para um público estimado pelos organizadores em 28 mil pessoas, a banda Whitesnake balançou a Arena do Anhembi na noite desta sexta-feira, mostrando um domínio absoluto do seu métier, o metal melódico, um misto de hard rock e baladas certeiras.Capitaneado pelo mítico vocalista David Coverdale, camisa aberta no peito, pulseiras de ouro pelos braços, o grupo tocou logo depois da banda brasileira Angra, e fez o público cantar em coro suas músicas, especialmente as baladas como Love Ain?t no Stranger e Is This Love. O público gritava, ao fim de cada música: "COVERDEIÔ, COVERDEIÔ!!!!"O Whitesnake protagonizou um princípio de ?barraco? antes do show. O catering que haviam encomendado com a comida para a banda ficou em algum lugar de São Paulo, retido no trânsito, e o grupo ameaçou não subir ao palco antes de se alimentar. Em desespero, a produção da banda saiu atrás de 90 sanduíches do McDonalds para serenar os ânimos ? e os estômagos. O show teve um atraso de cerca de 20 minutos por conta desse imprevisto, começando por volta das 20h30.Depois do Whitesnake, que fez show impecável, entraria a banda Judas Priest, uma das mais celebradas do gênero. O Judas Priest tocaria com sua formação original, tendo à frente o controvertido cantor Rob Halford. Era aguardado um público total de 30 mil pessoas (a Arena Anhembi tem capacidade para 35 mil).

Agencia Estado,

09 de setembro de 2005 | 21h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.