Warner Music será vendida por US$ 1,3 bilhão

Venda da terceira maior gravadora de discos do mundo marca declínio da indústria dos CDs

AP,

06 de maio de 2011 | 14h50

LOS ANGELES - Uma companhia de empresário russo está comprando o grupo Warner Music, a terceira maior gravadora de discos do mundo, por US$ 1,3 bilhão (pouco mais de R$ 2 bilhões), de acordo com uma fonte familiarizada com o acordo.

 

A fonte informou que além do US$ 1,3 bilhão, a Access Industries também irá assumir uma dívida de quase US$ 2 milhões da Warner Music. Essa pessoa não foi autorizada a falar sobre o contrato e se pronunciou em condição de anonimato. O anúncio oficial deve ser feito ainda nesta sexta-feira, 6.

 

Nos Estados Unidos, a venda de música caiu pela metade em pouco mais de uma década. Ganhos do mercado digital começaram a crescer, enquanto os ganhos com a comercialização de CDs diminui gradativamente, derrubando o setor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.