Warner Music Group e a BMG negociam fusão

Duas das maiores gravadoras do mundo estão emnegociações para uma fusão. De acordo com o Wall StreetJournal, o Warner Music Group e a BMG estão em negociaçõespara a criação de uma nova empresa em que cada uma teria 50% departicipação. O jornal informa, no entanto, que a finalização dafusão é "muito incerta", ou seja, não deve acontecer. A idéiateria partido do grupo AOL Time Warner, que precisa reduzir suasdívidas de US$ 26 bilhões para US$ 20 bilhões. Ainda assim,analistas acham que a fusão não reduziria tanto os custos dasempresas. Uma fusão do Warner Music Group com a EMI também foicogitada, mas não deu certo. O mesmo processo foi discutido pelaBMG com a EMI, mas problemas de regulamentação evitaram aconclusão do negócio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.