Warner Music é vendida por US$ 2,6 bilhões

A Time Warner Inc. vendeu sua unidade de música por US$ 2,6 bilhões para um grupo de investidores liderado por Thomas H. Lee Partners e Edgar Brongman Jr, este último ex-chairman do grupo Seagram. O conglomerado de mídia, que optou por se desfazer do negócio de música para reduzir suas dívidas, manteve o direito de recomprar uma participação minoritária na operação de música, que continuará utilizando o nome Warner Music. Nesta manhã, o grupo britânico EMI anunciou a retirada de sua oferta para aquisição da Time Warner, abrindo caminho para o grupo de investidores. As informações são das agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.