Vocalista do Simply Red diz que banda se tornou uma 'prisão'

Mick Hucknall, vocalista do Simply Red,disse que o grupo britânico se tornou uma "prisão" para ele. Abanda está prestes a se separar, depois de 25 anos. "Depois de 25 anos, não tenho mais idéias na cabeça para ogrupo", disse Hucknall para um grupo pequeno de repórteres,durante a turnê para promover seu disco solo. "O rádio... espera certo tipo de som (do Simply Red). Paramim, é uma prisão, na minha cabeça eu sou um artistadiferente", disse Hucknall, falando em italiano. Hucknall disse, em outubro de 2007, que o grupo planejavase separar em 2009, em seu 25o aniversário. Os céticos disseram que o anúncio foi uma estratégia depublicidade, já que vários músicos passaram pelo Simply Red aolongo dos anos. A banda é considerada um nome fantasia para aprodução musical de Hucknall. Na segunda-feira, ele disse que a banda não existiria apartir de 2010 e que iria fazer algo diferente com os músicos. "Quero mudar, quero fazer algo mais gospel, mais agressivo,mais físico", explicou. Seu disco solo, "Tribute to Bobby", será lançado no dia 16de maio. Nele, Hucknall regrava 12 músicas lançadas nos 1960pelo cantor de blues Bobby Bland. "Espero que as pessoas redescubram a música de Bobby, que éum dos meus dez favoritos, porque é um ótimo cantor", disseHucknall. O disco acompanha um DVD com participação de Van Morrison,B.B King e Quincy Jones. Hucknall também trabalha desde 2001 com a produção devinhos no monte Etna, famoso vulcão siciliano. "É um projeto único, porque vai apresentar um novo vinho nomercado", disse Hucknall, que também é embaixador dos vinhosBordeaux. O vinho Etna chegou ao mercado em 2007 e édistribuído pela Teatro del Vino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.