Vizinhos reclamam de mau cheiro de banheiro de Bob Dylan

"'O senhor direitos civis' está matando nossos direitos civis", dizem donos de propriedades ao lado do cantor

Efe,

17 de março de 2009 | 10h39

Os vizinhos de Bob Dylan dizem sofrer com o mau cheiro que sai de um banheiro da mansão do cantor em Malibu, algo aparentemente ignorado pelo artista e que os obrigou até a abandonar seus quartos, informou na segunda-feira, 16, a imprensa local.

 

Pessoas com propriedades próximas à de Dylan nessa área nobre do sul da Califórnia asseguraram que começaram a sentir o fedor há mais de seis meses, mas o cantor até o momento ignorou suas queixas, afirmou o jornal Los Angeles Times. "É um escândalo, 'o senhor direitos civis' está matando nossos direitos civis", ironizou David Emminger, cuja casa fica ao lado da de Dylan.

 

Aparentemente, o cheiro vem de um banheiro portátil externo que Dylan instalou na propriedade e que foi usado pelos operários que trabalham em seu sítio, na área de Point Dume. "(O fedor) começou em setembro. Fui à parte da frente do meu jardim e senti náuseas. No começo, não sabia de onde vinha o cheiro", explicou Cindy Emminger, de 42 anos, que alega ter ficado doente devido às condições do ar, e que o mesmo ocorreu com seu filho de 8 anos.

 

Os vizinhos reclamam que o fedor se espalha com a brisa do mar, e que nas noites quentes foram obrigados a deixar seus quartos porque o ar os tornava insuportável. Em janeiro, um inspetor explicou que um agente municipal foi tirado do local pelos seguranças de Dylan quando foi investigar o que acontecia.

Tudo o que sabemos sobre:
Bob Dylan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.