Violino do século 18 encontrado em Manhattan

Um violino italiano do século 18, que havia sido dado como perdido no começo da semana, foi encontrado em um beco de Manhattan perto do bar onde o seu dono disse tê-lo deixado, na noite de ontem. Odin Rathnam, principal violinista da Orquestra Sinfônica de Harrisburg estava em Nova York para um encontro e deixou o violino, e também uma viola emprestada de um amigo, no bar Yogi?s, na região oeste da ilha. O violino, avaliado em US$ 95 mil foi feito por Bartolomeo Calvaros, de Bergamo, na Itália, entre 1750 e 1755. ?Sou o homem mais sortudo do mundo. Quando você aprende a tocar o violino e encontra um instrumento com o qual combina, existe um relacionamento. Você sente como se tivesse perdido alguém que ama quando o perde?, disse Rathnam.Um atendente do bar, Noah Garden, disse ao New York Post ter ganhado o violino em uma aposta. Ele disse ter empenhado o instrumento por US$ 600, mas não se lembrava em qual loja. A polícia ainda não sabe como o violino, encontrado na quarta à noite por um gari, foi parar no beco.

Agencia Estado,

15 de abril de 2004 | 19h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.