Violino de 6 milhões de euros é doado a orquestra australiana

Um raro violino criado em 1743 por Giuseppe Guarnieri del Gesu, conhecido como Carrodus, foi comprado por um colecionador australiano anônimo e oferecido gratuitamente, em empréstimo permanente, à Orquestra de Câmara australiana. O instrumento ficará com o diretor artístico e violinista da orquestra, Richard Tognetti, que voltará a tocar pela primeira vez em 50 anos, com o início em fevereiro da temporada de 2007 da orquestra, que fará uma turnê pela Austrália. O Carrodus é um de apenas cem exemplares no mundo e vale cerca de 6 milhões de euros. Foi um dos últimos fabricados por Guarnieri, um dos mais notáveis do século XVIII, em Cremona, no norte da Itália. É tido como um dos quatro ou cinco violinos existentes de melhor qualidade, segundo Tognetti. "É uma honra suprema ter este instrumento. Estamos muito felizes e surpresos com a generosidade desse proprietário anônimo", disse o músico. "Quando comecei a tocar o violino, tive uma revelação. Nunca na minha vida toquei um instrumento parecido. Esse é austero, rico e complexo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.