Violinista canadense leiloa lucros de sua carreia no eBay

Um violinista canadense que não foge decontrovérsias colocou metade de seus lucros musicais futuros àvenda em leilão no eBay, o site de leilões online. Ashley MacIsaac, que afirmou ter declarado falência em2000, está procurando uma oferta mínima de 1,5 milhão dedólares canadenses de um investidor que em troca obteria metadedos lucros do músico durante o resto de sua carreira. MacIsaac conseguiu alguma projeção internacional e chamou aatenção em 1997 quando mostrou mais de sua dança celta enquantoamarrava "Late Night With Conan O'Brien". Segundo relatos damídia, ele exibiu partes íntimas no programa de televisãoenquanto dançava de kilt durante a performance. "Estou com 33, tenho pelo menos mais 40 anos de atividade àfrente, e creio que 1,5 milhão de dólares canadenses é um bomponto de partida", afirmou MacIsaac durante entrevista portelefone. O leilão do eBay é uma variação da tendência iniciada peloroqueiro britânico David Bowie no final dos anos 1990s. Bowie se aliou ao investidor David Pullman para emitirtítulos usando royalities futuros de seus numerosos sucessoscomo garantia. O acordo permitiu que Bowie obtivesse dezenas de milhões dedólares imediatamente em vez de esperar que as royalitiesfossem conferidas uma por uma ao longo dos anos. No ano passado, a cantora Madonna assinou um acordo similarcom a promotora de eventos Live Nations, que segundo a mídia éavaliado em mais de 100 milhões de dólares. "Não sou o David Bowie, não sou a Madonna, não sou oEminem. Sou Ashley MacIsaac, então fixar esse preço de 1,5milhão de dólares canadenses, penso, é valor de mercado",colocou. Em troca, o comprador vai receber 50 por cento dos lucrosobtidos com as vendas de álbuns de MacIsaac, shows, filmes,DVDs e renda relacionada ao entretenimento até o fim de suacarreira. Segundo MacIsaab, seu álbum mais bem sucedido foi"Hello, How Are You Today?", de 1995, vendeu perto de meiomilhão de cópias. (Reportagem de Lionel Perron)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.