Divulgação
Divulgação

Vida de Renato Russo será tema de exposição no MIS em 2017

Contrato assinado pelo filho do cantor e compositor dará oportunidade ao Museu da Imagem e do Som de analisar objetos pessoais do artista

O Estado de S. Paulo, O Estado de S. Paulo

02 Março 2015 | 20h04


O MIS (Museu da Imagem e do Som) anunciou que receberá uma exposição com objetos pessoais de de Renato Russo, líder do Legião Urbana que morreu em 1996, aos 36 anos. O acervo estará disponível a partir de 2017, em São Paulo. 

O comunicado emitido pelo explica que a equipe de museulogia do MIS terá permissão para entrar no apartamento no qual Renato Russo viveu nos últimos anos de vida, no Rio de Janeiro, para analisar objetos pessoais dele. 

Todos os objetos, e isso inclui mais de 50 diários escritos à mão e inéditos, assim como a coleção completa de discos e livros, passarão por um processo de restauração e conservação. André Sturm, diretor executivo e curador do MIS, acompanhará pessoalmente o início da pesquisa, em março deste ano. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.