Veteranos dominam 4º Prêmio Rival BR

A entrega do 4º Prêmio Rival BR de Música Popular Brasileira foi uma noite de veteranos. Lotou o teatro que lhe dá nome e as imediações, na Cinelândia, onde a festa era transmitida ao vivo em telões. O grande homenageado da noite, Hermínio Belo de Carvalho, teve suas músicas cantadas e tocadas no palco e viu seus projetos completarem o espetáculo na rua. Num palco armado na praça, os meninos da Escola Portátil de Música tocaram choro até a chegada da bateria da Mangueira, sua escola de coração. Tasso Marcelo/AEZezé Gonzaga (esquerda) e Alaíde Costa cantaram juntasO show dirigido por Túlio Feliciano foi enxuto, com quadros dedicados a cada artista com quem Hermínio conviveu. Nilze Carvalho abriu a noite cantando Cartola. Logo depois veio Zélia Duncan, seguida de Alaíde Costa e Zezé Gonzaga, que precederam Elton Medeiros. No fim, todo mundo voltou ao palco. O roteiro lembrava Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Mário de Andrade, e Clementina de Jesus, com arranjos primorosos de Paulão Sete Cordas. Os números musicais entremeavam a entrega dos prêmios que privilegiaram artistas veteranos. A proprietária do Rival e criadora do prêmio, a atriz Ângela Leal, já avisara que um dos critérios da seleção foi dar visibilidade a quem os meios de comunicação esqueceram. Tasso Marcelo/AECantor Emílio Santiago, vencedor da categoria cantor, entre a atriz Leandra Leal e Moraes MoreiraZé Menezes é um desses músicos e disse que, com mais de 50 anos de carreira, só agora ganha seu primeiro prêmio. Emílio Santiago já está acostumado, mas disse que a emoção é sempre renovada, quando isso acontece, enquanto Rita Ribeiro agradeceu a lembrança de seu show, Tecnomacumba, que apesar de sempre lotar o Rival, ainda não teve gravadora que resolvesse registrá-lo. Ângela Leal e sua filha, a também atriz Leandra Leal, foram as mestres de cerimônia, comemorando também os 70 anos de uma das casas de espetáculo mais simpáticas do Rio. Veja a lista de vencedores:Cantor: Emílio Santiago - O Melhor das Aquarelas Cantora: Alaíde Costa - Tudo que o Tempo me Deixou Grupo: Pau Brasil - 2005 Compositor: Elton Medeiros - Bem que Mereci Arranjador: Leandro Braga - Emcantos Geraes Instrumental: Zé Menezes - Autoral Regional de Choro Produtor: Mário Adnet - Michel Legrand e Luiz Eça Tributo: O Poeta do Frevo, Capiba 100 Anos, Carnaval sua história e sua glória - 2 vols Atitude: Vale dos Tambores - Vale dos Tambores Revelação: Roberta Sá - Braseiro Prêmio Especial: Rita Ribeiro - Tecnomacumba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.