Luke MacGregor / Reuters
Luke MacGregor / Reuters

Vestidos e pertences de Amy Winehouse serão leiloados neste fim de semana

'É difícil organizar um leilão com os pais de uma filha que morreu, demorou para eles concordarem, depois de perceberem que fãs, museus e colecionadores gostariam de possuir esses itens', disse diretor da casa de leilões Julien's

AFP, Agências

06 de novembro de 2021 | 13h38

O vestido que a cantora Amy Winehouse usou em sua última apresentação, em 2011, será leiloado, junto com centenas de seus acessórios, livros e itens pessoais, neste final de semana em Beverly Hills, na Califórnia. 

Com estampa floral verde e preta, o vestido curto que a compositora usou para um show em Belgrado realizado um mês antes de sua morte, deve arrecadar entre US $ 15 mil e US $ 20 mil, segundo os organizadores do leilão "Bens da vida e da carreira de Amy Winehouse" realizado entre sábado e domingo. 

A britânica Amy Winehouse teve uma carreira meteórica, ganhou cinco prêmios Grammy e se tornou um fenômeno mundial com sua voz imponente. Ela morreu aos 27 anos em 23 de julho de 2011, após um intenso consumo de álcool. 

A casa de leilões Julien's é responsável pela venda dos mais de 800 objetos que pertenceram à diva da música soul e estão avaliados em até US$ 2 milhões (cerca de R$ 11 milhões na cotação atual).

Mitch e Janis Winehouse, pais da compositora, forneceram roupas, acessórios, maquiagem, livros, desenhos e equipamentos musicais da filha. 

"É difícil organizar um leilão com os pais de uma filha que morreu", disse Martin Nolan, diretor da Julien's, ao apresentar a coleção de pertences pessoais da cantora à AFP em outubro. 

“O assunto tem sido muito delicado e demorou para eles concordarem em entregar [os objetos] depois de perceberem que fãs, museus e colecionadores de todo o mundo gostariam de possuir esses itens”, explicou Nolan. 

Com o leilão, os pais de Winehouse buscam preservar a "herança e memória" de sua filha e arrecadar fundos para a Fundação Amy Winehouse, que ajuda jovens viciados em drogas e álcool, disse Nolan.

Além de seu último vestido de show, desenhado para ela pela estilista Naomi Perry, outro destaque é a carteira em formato de coração feita sob medida da marca Moschino que Winehouse usou no Brit Awards 2007. 

O catálogo de mais de 400 páginas da Julien's é um passeio pelas influências e pela trajetória da cantora, mas também pelo seu estilo retrô distinto que a tornou uma fashionista influente. 

Muitos dos vestidos que ela usou nas apresentações estão avaliados entre US$ 5 mil e US$ 7 mil, enquanto a venda de seus anéis começará em US$ 400. 

Seu batom vermelho característico deve custar entre US$ 400 e US$ 600. "Todas as roupas representam Amy, uma compositora fantástica, mas também um ícone da moda", disse Nolan.

Tudo o que sabemos sobre:
Amy Winehouse

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.