Veiga & Salazar voltam a zoar o cenário do hip hop

Quatro anos depois do promissor CD de estréia, Original, a dupla Veiga & Salazar está de volta com outro bem desenhado e potente álbum, Ontem já Era (ST2 Records). Desta vez, a dupla - formada pelo paulistano Gustavo Veiga e pelo argentino Andres Salazar - teve como convidados o americano Shawn Lucas, o congo-francês Pyroman, o carioca De Leve, o chileno El Cuervo, a paraguaia Luz Marian e o paulista Max B.O., num set multilíngüe e polirrítmico. Acompanhados da Banda Rabodemacaco, V&S fazem show de lançamento do CD hoje no Urbano, com participação de Lucas, De Leve e B.O. Longe da mesmice temática e rítmica do hip hop, a dupla abre arestas no gênero fundindo-o com soul, bossa, jazz, eletrônica, samba e levadas latinas. É bom de ouvir porque tem melodia, harmonia, instrumentos bem tocados, variedade, suavidade de estilo e belos arranjos. É bom de dançar pelos mesmos motivos. As faixas instrumentais ressaltam refinamento de idéias, artigo de luxo no rap nacional, que em geral tem mais pose do que atitude. "Por trás dos panos fazemos uma batalha contra esse tipo de rap baixo-astral que se faz no Brasil. A gente faz música para ser feliz", decreta o pianista e violonista Veiga. Admiradores de Tom Jobim, Baden Powell, O Rappa, Marcelo D2 e Originais do Samba, evitam nas letras o blablablá da violência diária e temas afins.Veiga & Salazar - Urbano Club, Rua Cardeal Arcoverde, 614, Pinheiros, 3085-1001. Hoje, à 0h30. R$ 15 (M) e R$ 20 (H)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.