GABRIELA BILO/ ESTADAO
GABRIELA BILO/ ESTADAO

Vanusa recebe alta de hospital após 32 dias internada

'Estamos começando um novo tempo em nossas vidas', afirmou seu filho, Rafael Vanucci

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de outubro de 2020 | 16h48

A cantora Vanusa recebeu alta do hospital em que estava internada há 32 dias, em Santos, conforme boletim médico divulgado nesta sexta-feira, 9.

“Estamos começando um novo tempo em nossas vidas, quero agradecer a Deus por tantos amigos, aos fãs, que fizeram correntes de orações, promessas e preces, aos artistas, sempre presentes em amor e atenção, e à imprensa, muito disponível e atenciosa com minha mãe, sempre. Espero que o nosso próximo encontro seja só com excelente notícias", afirmou seu filho, Rafael Vanucci, em comunicado divulgado por sua assessoria.

Confira a íntegra da boletim médico sobre o estado de saúde de Vanusa abaixo: 

"O Complexo Hospitalar dos Estivadores informa que a paciente Vanusa Santos Flores, de 73 anos, teve alta nesta sexta-feira, dia 9 de outubro de 2020, depois de uma internação de 32 dias.

Vanusa entrou no hospital no dia 7 de setembro com quadro de pneumonia e anemia. Em 12 de setembro, precisou ser transferida para a UTI da unidade, onde permaneceu até a completa reversão do quadro, quando retornou ao setor de Clínica Médica, seguindo para a alta hospitalar."

Os problemas de saúde de Vanusa

No dia 9 de setembro, Vanusa foi internada em um hospital na região de Santos, no litoral paulista, por causa de problemas respiratórios.

Seu filho, Rafael Vanucci, confirmou o estado de saúde da mãe e fez uma publicação nas redes sociais. “Minha mãe, Vanusa, foi hospitalizada com problemas respiratórios e retenção de líquidos por conta de não conseguir ir ao banheiro".

"O estado de saúde dela é estável e tranquilo, porém, ela continuará hospitalizada por conta de ter que tomar antibióticos por via subcutânea (acho que o termo é esse) e não conseguir tomar por via oral”, escreveu, aproveitando para agradecer as mensagens de carinho do público.

Rafael relembra que a dependência em remédios, a bebida e a depressão causaram todo o transtorno na saúde de Vanusa. “Há 12 anos ela foi atingida por problemas com remédios, bebidas, depressão e dependência química. Tudo piorou há cerca de cinco anos quando ela foi afetada pela bactéria, a h pylori, contraída ao tomar água."

"Essa bactéria a fez emagrecer quase 40 quilos e isso agravou seu estado. Ficou muito debilitada e as medicações passaram a não fazer mais efeito", prosseguiu. 

Segundo Rafael, em todos esses anos, foram feitas várias tentativas para que Vanusa fosse tratada em casa, antes de optarem pelas internações. “Cerca de oito ou nove enfermeiras passaram por sua casa, mas ela não aceitava. Daí as internações diversas, em clínica de reabilitação, em casa de repouso, casa para idosos."

No comunicado, Rafael afirma que o diagnóstico do mal de Alzheimer não é certeiro. Segundo o empresário, os médicos explicaram que ela sofre de uma síndrome demencial, caracterizada por declínio cognitivo e com comprometimento das funções sociais e funcionais. Trata-se de um termo geral para doenças neurodegenerativas que afetam principalmente pessoas na terceira idade.

Em agosto, outra filha de Vanusa, a cantora Aretha Marcos, havia afirmado em uma entrevista à TV Record que a mãe estava com o mal de Alzheimer.

Tudo o que sabemos sobre:
Vanusa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.