Usuário do Napster compra menos on-line

Os usuários do Napster passam a comprar menos CDs pela Internet conforme se tornam mais adeptos ao download de arquivos de música digital, oferecido gratuitamente pelo serviço. As informações da PC Data Online, que estuda os padrões de compra de 120 mil usuários de Internet, também observaram que esses usuários visitam sites de venda de CDs com maior freqüência, para pesquisar produtos e lançamentos.Quando começam a usar o Napster, os usuários continuam comprando na loja virtual CDnow.com na mesma proporção de antes de aderirem à troca de músicas pela Rede, mas 90 dias depois suas compras de CDs on-line caem sensivelmente. A visita aos sites de músicas, no entanto, aumentam. "Aparentemente, os usuários do Napster visitam as lojas na web para obter informações sobre música e então usam o Napster para fazer o download do que escolheram", disse a CEO da PC Data, Ann Stephens.Um mês antes de usarem o serviço pela primeira vez, 10% dos consumidores on-line visitaram a cdnow.com e 8% fizeram uma compra pelo site. No mês seguinte, o número de visitas aumentou para mais de 25%, antes de cair nos três meses seguintes para 18%. Os compradores nos dois primeiros meses de uso do Napster aumentaram para 9%, para depois despencarem para 5,5% no quarto mês.As vendas fora da Internet não entraram na pesquisa. A Associação Americana da Indústria Fonográfica (RIAA, em inglês), que processa o Napster em nome de diversas empresas musicais, disse que 420 milhões de CDs foram distribuídos no mercado no primeiro semestre deste ano, em comparação aos 396 milhões no mesmo período do ano anterior.O número de CDs entregues para as lojas que atuam na Internet não foi citado no estudo, mas muito mais música é vendida fora da rede. "O número de downloads feitos pelo Napster está sem dúvida afetando as vendas on-line e também fora da Internet", disse Stephens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.