Lúcia Ferreira/Divulgação
Lúcia Ferreira/Divulgação

Uruguaio Franny Glass divide o palco com Tiê

Show no Sesc Pompeia dá sequência à série Seus Pares Latinos

18 de junho de 2010 | 06h00

Lauro Lisboa Garcia

 

SÃO PAULO - No final de 2008, o cantor e compositor uruguaio Gonzalo Deniz passou discretamente por São Paulo, no Sesc Vila Mariana, onde tocou sozinho ao violão as canções do CD Con la Mente Perdida en Intereses Secretos, estreia de seu projeto-solo Franny Glass. Hoje ele está de volta, desta vez acompanhado de sua banda, para mostrar o material de seu novo álbum, Hay un Cuerpo Tirado en la Calle, de 2009.

 

Deniz divide a noite com a cantora paulista Tiê, dando sequência à série Seus Pares Latinos, que trouxe a cantora e a banda argentinas Liliana Herrero e Rosário Smowing na semana passada. Amanhã o projeto continua com a cantora pernambucana Lulina e a dupla venezuelana Jóvenes y Sexys. O argentino Juan Stewart também veio a São Paulo em 2008, na mesma mostra Cone Sul em Movimento, que trouxe Franny Glass, volta no segundo semestre para dividir o palco, provavelmente, com a banda mineira Constantina. Stewart vai masterizar um álbum em tributo a Adriana Calcanhotto, com dez artistas latino-americanos, entre eles Franny Glass e Jóvenes y Sexys.

 

Com o Franny Glass, Deniz gravou Esquadros e vai mostrar no show de hoje uma versão diferente da que está no disco. "Conhecia Adriana só de nome. Comecei a ouvi-la por meio de Rodrigo Maceira, um amigo de São Paulo, que organizou o tributo. Ele me convidou a participar e a canção Esquadros me encantou. Me leva tempo chegar a uma versão que faça algo de justiça à original", afirma Deniz.

 

Ele diz que a cena folk uruguaia se dá em menor grau do que no Brasil atualmente, mas que seguramente vê esse gênero de canção acontecendo por todo lado. "Gosto muito de Tiê. Não tive oportunidade de vê-la ao vivo em Montevidéu, mas penso que temos coisas em comum pela maneira de nos expressarmos em canções" (leia mais abaixo). No show de hoje, a banda interpretada canções dos dois álbuns e algumas novas.

 

Sesc Pompeia. Choperia (800 lug.). R. Clélia, 93, 3871-7700. Sexta,18  e sáb., 19, 21h. R$ 20.

Tudo o que sabemos sobre:
Franny GlassTiê

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.