Jotabê Medeiros/Estadão
Jotabê Medeiros/Estadão

Uriah Heep não desaponta seus fãs na Virada

Banda britânica entra com meia hora de atraso, mas show cresce rapidamente em intensidade

Jotabê Medeiros - O Estado de S. Paulo,

18 de maio de 2014 | 00h01

Com meia hora de atraso, o decano grupo britânico Uriah Heep iniciou um dos shows mais esperados da Virada Cultural com Against the Odds, com problemas no vocal, mas com uma bela resposta de público.

    O Uriah Heep não veio com falsa modéstia, porque exigiu da organização 3 caixas d'água de 1000 litros cada à esquerda do palco, para prevenir um possível foco de incêndio e salvar seus instrumentos. "Quando foi a últims vez aqui? 2005? Bom, vocês ainda estão aí, e nós estamos aqui", disse o cantor Bernie Shaw, ladeado pelo guitarrista Mick Box, frontmen de cabelos nevados. Tocando Overload e Sunrise, o show foi esquentando, mas os veteranos conseguiram uma reaçao mais frenética da multidão com Stealin'. Depois, atacaram uma canção mais recente, I'm Ready. 

Menos bem-sucedidos do que contemporâneos como Black Sabbath e Led Zeppelin, o Heep mantém vigorosa fidelidade aos princípios de uma era, o que arrasta atrás de si uma modesta mais devotada legião de fãs. Já na segunda música, o som estava impecável.

Tudo o que sabemos sobre:
Uriah-HeepViradaCultural

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.