Universal Music assina contrato com Rolling Stones

Acordo cobre próximos discos da banda e o seu catálogo, incluindo álbuns como 'Sticky Fingers' e 'Angie'

Kate Holton, da Reuters,

25 de julho de 2008 | 11h56

A Universal Music assinou um contrato de gravação exclusivo, mundial e de longo prazo com os Rolling Stones, em um acordo que deverá prejudicar a antiga gravadora da banda, a EMI.     Veja também: Mick Jagger completa 65 anos sem sinais de aposentadoria  'Amo duas mulheres', revela guitarrista dos Rolling StonesA EMI passou a ser controlada pela companhia Terra Firma em 2007 e, desde então, tem sofrido para manter seus principais artistas. De acordo com reportagens, a produtora de shows Live Nation também tentava assinar um contrato com o grupo. A Universal, a maior gravadora do mundo, disse em um comunicado que o novo acordo cobre os próximos discos dos Rolling Stones e o seu catálogo, incluindo álbuns como Sticky Fingers, Angie e Black and Blue. Estima-se que os Rolling Stones já tenham vendido mais de 200 milhões de discos em todo o mundo. "A Universal é formada por pessoas com pensamento avançado e criativo", disse a banda em um comunicado. "Estamos realmente ansiosos para trabalhar com eles." Em março, a Universal lançou a trilha sonora do documentário Shine a Light, dirigido por Martin Scorsese. Agora, lançará todas as gravações da banda pelo selo Polydor, além de deter os direitos físicos e digitais das obras. "A Universal está planejando uma campanha de longo prazo, sem precedentes, para relançar todo o catálogo dos Rolling Stones na era digital", disse a empresa.

Tudo o que sabemos sobre:
Rolling StonesUniversal Music

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.