Única foto tirada da viúva de Mozart é encontrada

Com o cabelo repartido ao meio, Constanze Weber Mozart não sorri para a câmera, aparentando estar bastante desconfortável. Ao seu lado está o compositor suíço Max Keller, velho amigo da família, cercado por suas filhas e pelo resto de sua família. No fundo, um bangalô, com duas janelas.A foto, recém-descoberta, é a única tirada de Constanze Mozart, viúva do compositor austríaco (o genial) Wolfgang Amadeus Mozart. A imagem estava perdida nos arquivos da cidade de Altötting, no sul da Alemanha, segundo publicou, nesta sexta-feira, o jornal The Guardian.Tirada em outubro de 1840, a foto mostra Constanze Weber aos 78 anos na casa de Max Keller e é um exemplo do tipo de fotografia feita na Bavária, de acordo com funcionários do arquivo de Altötting. A técnica usada era a Daguerreotipia, criada por Louis Jacques Mandé Daguerre (1787-1851). A foto não é original, é uma cópia feita na segunda metade do século 19, disseram fontes do arquivo.Mozart se casou com Constanze Weber em 1782. O casal teve seis filhos, mas somente dois sobreviveram à infância. Depois da morte de Mozart em 1791, Constanze, com então 29 anos, se viu obrigada a cuidar sozinha da família. Mais tarde, se casou com um diplomata dinamarquês, Georg Nissen, mas nunca deixou de visitar com regularidade o amigo Keller, em Altötting.

Agencia Estado,

07 de julho de 2006 | 19h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.