Uma boa estréia do samba

Um novo grande cantor de samba chega anunciando: "Eu sou carioca, boêmio, sambista/ Meu sangue é de artista/ Não posso negar..." - os versos são de Heitor dos Prazeres, a voz que canta é a de Ernesto Pires, titular do CD Novos Quilombos (Rob Digital, www.robfilmes.com.br). Com voz seca, divisão rítmica muito peculiar, puladinha, Ernesto é também compositor, dos bons, e vem com aval de músicos como Roberto Marques (trombone), Ilton do Candongueiro (percussão), Alcir Passos (percussão), Marcelo Menezes (violão), gente - entre outras - que só entra na roda se for de responsabilidade. Bem-vindo.

Agencia Estado,

09 de janeiro de 2001 | 21h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.