U2 faz show em comemoração à queda do Muro de Berlim

Banda irlandesa liderada por Bono se apresenta em palco montado diante do icônico Portão de Brandemburgo

05 de novembro de 2009 | 16h40

 

 

BERLIM - Milhares de cidadãos de Berlim abarrotaram nesta quinta, 5, os arredores do icônico Portão de Brandenburgo para assistir ao show do U2 que serve de aperitivo para as comemorações que o local receberá na próxima segunda-feira, data do 20.º aniversário da queda do Muro de Berlim.

 

Veja também:

especial  Especial sobre os 20 anos da queda do Muro de Berlim

video TV Estadao traz reportagem de Renata Miranda sobre Berlim hoje

 

 

Depois de cumprimentar o público, Bono Vox, The Edge, Larry Mullen e Adam Clayton abriram com One, a primeira das seis músicas de um show de pouco mais de meia hora.

 

O evento faz parte da festa dos prêmios MTV Europe Music Awards 2009, que serão entregues esta noite em Berlim.

 

 

Antes do começo da apresentação, os serviços de segurança abriram parcialmente as cercas de proteção do local para permitir o acesso de mais alguns milhares de cidadãos que, sem ingressos, se amontoavam nas cercanias para acompanhar o show.

 

Os fãs da banda irlandesa U2 que planejavam assistir de longe ao show gratuito receberam um banho de água fria, ao perceber que uma barreira de metal de mais de 3,5 metros foi erguida para bloquear a visão de quem não tinha ingressos.

 

Tanto os alemães quanto os turistas acham irônico o fato de uma parede ter sido construída para o show que comemora a queda do Muro. "É completamente ridículo eles bloquearem a visão", disse o canadense de Quebec Louis-Pierre Boily, de 23 anos, que foi a Berlim mesmo sem ter conseguido ingressos. "Achei que fosse um show gratuito, mas a MTV provavelmente quer o público vendo pela televisão para garantir audiência", disse.

 

Bono, o líder da banda irlandesa, faz o V da vitória saudando seu público. Fotos: Reuters

 

O canal MTV, organizador do show desta quinta, disse que fez um acordo com a polícia e a empresa local encarregada do show para erguer uma cerca temporária "envolta do lugar para assegurar a segurança tanto dos que forem ao show quanto dos residentes e comerciantes da região". O representante do U2 se recusou a comentar sobre a barreira.

 

Cerca de 10 mil ingressos estiveram disponíveis na internet para ver a banda irlandesa de rock, quantia que se esgotou em apenas três horas. A banda tocou várias músicas, mas apenas uma delas foi televisionada e, segundo a MTV, foi transmitida como parte do European Music Awards.

 

 

Grande ato

 

 

O Portão de Brandenburgo será palco na próxima segunda-feira do ato principal de comemoração do 20.º aniversário da queda do muro de Berlim. Estarão presentes a chanceler alemã, Angela Merkel, além de dos chefes de Estado e do Governo da União Europeia (UE), dos Estados Unidos e da Rússia.

 

Outros convidados são o ex-líder soviético Mikhail Gorbachev e o Prêmio Nobel da Paz Muhammad Yunus.

 

Batizado de "Festa da Liberdade", o ato contará com a derrubada de um dominó gigante que, ao longo de 1,5 quilômetro, acompanhará o antigo traçado do muro entre o Reichstag (sede do Parlamento alemão) e a Potsdamer Platz.

 

Tudo o que sabemos sobre:
U2Muro de Berlim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.