U2 faz prévia intimista de nova turnê

Para dar uma prévia do que será a turnê mundial do U2 Elevation 2001, a banda cantou na quarta-feira no clube londrino Astoria, para 1,8 mil pessoas, vencedores de promoções de rádios e web sites. Ingressos em cambistas chegaram a ser vendidos por US$ 1 mil. Esta foi a apresentação mais íntima do U2 em pelo menos duas décadas. Sem a ajuda de efeitos especiais, o grupo tocou o que vai mostrar em sua turnê, uma das mais aguardadas dos últimos tempos. Apesar do sucesso de Pop Mart (público de 3,9 milhões de pessoas em 70 cidades), a megaturnê eletrônica de 1997, o grupo pretende mudar um pouco de caminho e o show londrino mostrou a direção. O U2 tocou 16 músicas, inclusive 5 de seu disco mais recente, All That You Can´t Leave Behind.Entre as músicas que fizeram parte do set, estão The Ground Beneath Her Feet (dedicada a seu autor, o escritor Salman Rushdie), os clássicos I Will Follow e 11 O´Clock Tick Tock, e a novíssima Stuck in a Moment You Can´t Get Out Of que ocupa a vice-liderança da parada britânica de singles (na frente deles está o grupo feminino Atomic Kitten, com Whole Again).O set foi pouco comum e ainda não dá para saber se vai ser a base de sua próxima turnê. O clima, no entanto, parece que vai ser este: "I feel good" era o adesivo que Bono tinha em sua guitarra. O resto do "modelo" incluía roupas pretas, óculos grandes e um rosário dado para ele pelo papa João Paulo II. O show de Londres, que teve o apoio do DJ Jon Carter, foi o último de um trio de apresentações pequenas: as outras foram em Paris e Nova York. Os shows norte-americanos de Elevation 2001 vão até o final de junho, depois a banda segue para a Europa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.