U2 é a nova estrela do Hall da Fama do Rock

Três décadas depois de se juntarem em uma escola de Dublin e ainda um sucesso mundial, o U2 foi a estrela da noite em que entrou no Hall da Fama do Rock and Roll, junto com O´Jays, Percy Sledge, ThePretenders e Buddy Guy.Bono, o líder da banda, fez a alegria da platéia do Waldorf Astoria, em Manhattan, beijando B.B. King e posando para uma foto com a atriz Catherine Zeta-Jones. Logo depois de entrar oficialmente no Hall da Fama, o quarteto irlandês correu para a sala de imprensa onde foi alvo de perguntas não ligadas à música. "Bono, e o prêmio Nobel da Paz?", perguntou um jornalista sobre a possibilidade de o roqueiro receber o prêmio devido a seus trabalhos humanitários. "Ser um astro do rock já é ótimo", disse Bono.Bono, The Edge, Adam Clayton e Larry Mullen Jr. venceram o prêmio de melhor canção de rock no Grammy, este ano, por Vertigo. O U2 não perdeu sua veia criativa desde quando a banda foi formada, com hits como Sunday Bloody Sunday e baladas como One. Os O´Jays são mais conhecidos por seu trabalho com produtores de soul, como Kenny Gamble e Leon Huff. Os cantores de estilo gospel tiveram sucessos em 1972, como Back Stabbers, Love Train e For the Love of Money. Eles receberam a nomeação de Justin Timberlake. Os membros originais do grupo, Eddie Levert e Walt Williams ainda estão na ativa, e foram nomeados junto com o falecido William Powell, e Bobby Massey e Sammy Strain, ambos aposentados.A voz de Percy Sledge foi fundo musical de muitos encontros românticos. O maior hit dele é When a Man Loves a Woman. O cantor Rod Stewart chamou-a de "uma as melhores performances que eu já ouvir e, tenho certeza, que vocês ouviram". O grupo The Pretenders veio da mesma geração do rock que o U2. A líder do grupo, Chrissie Hynde, é uma mistura de doçura e força cantando Brass in Pocket, Precious e Back on the Chain Gang. A banda foi formada depois que Chrissie mudou-se para Londres para fazer parte de sua cena musical. Ela continuou firme, com o baterista Martin Chambers, depois que os guitarristas James Honeyman-Scott e Pete Farndon morreram por causa das drogas. Buddy Guy dominou a cena do blues de Chicago e vai se juntar a nomes como Eric Clapton e B.B. King no Hall. Músicos, profissionais da indústria fonográfica e jornalistas elegem os integrantes do Hall da Fama, que precisam ter, no mínimo, 25 anos de gravação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.