Três Tenores no Morumbi: movimento ainda é fraco

A uma hora de começar o megashow de Os Três Tenores, no estádio do Morumbi, em São Paulo, o movimento ainda é fraco. Apesar do grande porte do evento, que traz pela primeira vez na América Latina a apresentação em conjunto de Luciano Pavarotti, Plácido Domingo e José Carreras, o trânsito nas imediações do estádio flui bem e os ônibus de turismo que passam por aqui são poucos - movimento já imaginado devido ao grande número de ingressos que sobraram dos 65 mil disponíveis. Embora menos concorrido que o esperado, o show reúne um público de todos os tipos e idades. De Campinas, por exemplo, dois ônibus trouxeram 66 pessoas por meio da Companhia de Turismo do coronel Rodolfo Pettená. Usando um boné da Ponte Preta, o coronel parecia nervoso devido aos três ingressos que sobravam na sua mão. "Mas vale a pena! Adoros os Três Tenores, afinal de contas sou filho de italianos", disse, otimista.Procurando o portão da entrada, o casal de namorados Júlia Zighenolfi e Fábio Teixeira, de 17 e 18 anos, pareciam gostar mais de um show do Planet Hemp do que dos tenores. "Mas o meu pai vive escutando ópera em casa. É inevitável que eu goste também."Muitos pessoas estava decepcionadas com a organização do evento. Havia gente, por exemplo, que procurava entre as barracas de cachorro quente em volta do estádio alguém que guardasse a máquina fotográfica que trouxera de longe mas que fora proibida dentro do estádio. Outras pessoas reclamavam do serviço de localização das cadeiras.A pouca movimentação também era evidente na área vip, que a essa hora ainda está praticamente vazia. A equipe de 60 manobristas do estacionamento praticamente não tinha o que fazer. O empresário Juliano Bezerra achou que havia chegado muito cedo. "Eu acho que deve atrasar no mínimo uma hora, deveria ter chegado mais tarde", disse desconsolado."

Agencia Estado,

22 de julho de 2000 | 17h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.