Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Lucas Jackson|Reuters
Lucas Jackson|Reuters

Tony Bennett foi diagnosticado com mal de Alzheimer, diz esposa

Cantor de 94 anos já estaria há mais de quatro convivendo com a doença

Barbara Goldberg, Reuters

01 de fevereiro de 2021 | 16h16

A família de Tony Bennett revelou que o cantor lendário sofre do Mal de Alzheimer, rompendo o silêncio a respeito de seu estado quatro anos depois de ele ser diagnosticado com a doença progressiva que destrói a memória.

Sua esposa, Susan, disse à AARP Magazine em uma entrevista publicada nesta segunda-feira que o artista de 94 anos, cujo primeiro sucesso, Because of You, foi lançado em 1951, vem perdendo a capacidade de tomar decisões.

Ele vinha tentando ocultar o diagnóstico na tentativa de continuar trabalhando, contou ela. Bennett continua otimista, mas seu estado está se deteriorando cada vez mais, disse sua esposa. "Ele me perguntava 'o que é Alzheimer?' Eu explicava, mas ele não entendia", explicou ela à revista.

Gayatri Devi, neurologista do Hospital Lenox Hill de Manhattan e autor de The Spectrum of Hope, que trata do Alzheimer, diagnosticou Bennett em 2016. Devi incentivou enfaticamente a família de Bennett a fazer com que ele continue cantando e se apresentando enquanto ele conseguir desfrutar disso.

"Isso o manteve alerta, e também estimulou seu cérebro de uma maneira considerável", disse Devi, segundo citação da AARP Magazine. A doença torna suas vítimas dependentes de cuidadores, mas até agora Bennett foi poupado da desorientação que às vezes leva pacientes a se afastarem de casa ou sentir terror, fúria ou depressão, disse a AARP Magazine.

 


Um intérprete amado dos padrões americanos, a carreira de Bennett no topo das paradas abrange sete décadas. “Ele não é mais o velho Tony”, disse sua esposa, Susan, à revista. “Mas quando ele canta, ele é o velho Tony”. Bennett, 94, obteve seu primeiro sucesso pop no início dos anos 1950 e teve um renascimento de sua carreira nos anos 1990 e se tornou popular entre o público mais jovem em parte por causa de uma aparição no MTV Unplugged. Ele continuou gravando e fazendo turnês constantemente, e sua colaboração em 2014 com Lady Gaga, Tony Bennett & Lady Gaga: Cheek to Cheek, estreou em primeiro lugar nas paradas da Billboard. Logo após o anúncio da situação do cantor, foi revelado que ele e Gaga farão um novo disco juntos. A informação foi confirmada pela Entertainment Weekly. / Com informações da AP 

Tudo o que sabemos sobre:
Tony BennettAlzheimermúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.