Tommy Mottola pode ter sido demitido

O pedido de demissão de Tommy Mottola dapresidência da gravadora Sony Music pode não ter sido tãosimples quanto o anunciado. De acordo com o website Foxnews.com, o chefão da empresa soube que teria de pedir ascontas apenas na manhã de ontem, quando chegou à sede da companhiana Madison Avenue, em Manhattan.Ele teria recebido um press release com o que falaria para aempresa e tirado algumas horas para limpar seu escritório. Oacordo de que ele teria seu próprio selo seria um prêmio deconsolação, que já estaria previsto em seu contrato de trabalho.O empresário ganhava US$ 7 milhões por ano, mais uma porcentagemnos lucros da empresa. Ele tinha o cargo há 14 anos e seucontrato expiraria em 2004. Ainda não foi divulgado o nome deseu substituto.Os japoneses donos da Sony Music não teriam ficado felizes comos problemas de relacionamento de Mottola com alguns dosartistas da empresa, como Michael Jackson e Mariah Carey (suaex-mulher). Boatos sobre o suposto roubo de canções dela, queteriam sido passadas para Jennifer Lopez, sua protégé, sujaramsua imagem.Jacko, por sua vez, disse que o empresário era racista e umaencarnação do "demônio". O pop star chegou a organizarprotestos na porta da empresa no ano passado. Há tambémproblemas de royalties com as Dixie Chicks, a meia-aposentadoriade Céline Dion e as vendas fracas de nomes como Ricky Martin eMarc Anthony. Mottola é casado com a cantora Thalía.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.