Tom Zé compõe protesto contra Bush

Uma galeria de notáveis da música pop internacional fez vários e diferentes protestos contra a guerra no Iraque, quando ela era ainda uma idéia na cabeça do presidente dos Estados Unidos. Entre sumidades da música mundial, como U2, Madonna e George Michael, o brasileiro e tropicalista Tom Zé também mandou o seu recado com a canção Companheiro Bush.Apresentada pela primeira vez ao público do Parque do Ibirapuera no fim de semana, Companheiro Bush é uma crítica para lá de forte ao presidente dos Estados Unidos. A letra insinua que Bush foi quem vendeu armas a Saddam Hussein. E diz que falta um parafuso na cabeça do presidente americano.A gravadora Trama anunciou em seu site (www.trama.com.br) que a música já foi gravada. Os versos contra George W. Bush vão estar num single que a Trama deve lançar em breve. Tom Zé deve lançar seu próximo CD no segundo semestre deste ano, mas não se sabe se o disco vai trazer Companheiro Bush.Confira a letra da canção-protesto de Tom Zé:Se você já sabe Quem vendeu Aquela bomba pro Iraque, Desembuche: Eu desconfio que foi o Bush. Foi o Bush, Foi o Bush, Foi o Bush. Onde haverá um recurso Para dar um bom repuxo No companheiro Bush? Quem arranja um alicate Que acerte aquela fase Ou corrija aquele fuso? Talvez um parafuso Que tá faltando nele Melhore aquele abuso. Um chip que desligue Aquele terremoto, Aquela coqueluche.

Agencia Estado,

20 de março de 2003 | 17h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.