Tom Petty morreu por causa de uma overdose acidental de drogas

Tom Petty morreu por causa de uma overdose acidental de drogas

A overdose, segundo laudo, foi provocada por sete medicamentos; músico morreu em outubro do ano passado

Reuters

19 Janeiro 2018 | 23h01

LOS ANGELES - O roqueiro Tom Petty morreu aos 66 anos, em outubro do ano passado, por causa de ‘falha de órgãos multissistêmicos’, que foi provocada por uma overdose acidental de sete medicamentos, disse o escritório do Los Angeles County Medical Examiner, na sexta-feira, 19.

O escritório do forense atribuiu sua morte a uma "toxicidade mista" de fentanil, oxicodona, temazepam, alprazolam, citalopram, acetil fentanil e despropionil fentanil.

Mais conteúdo sobre:
Tom Petty

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.