Titãs se apresentam antes dos Stones e tocam Raul

Os Titãs fizeram o último show antes da entrada dos Stones no palco. Começaram às 20h10 com a canção "Flores". Na primeira música o som estava horrível. A voz do cantor Branco Mello sumiu diversas vezes. A banda tocou 13 canções.Chamaram a apresentação de "noite histórica" e antes de cantar a canção "Epitáfio", o cantor Sérgio Brito discursou: "Vamos cantar essa canção como se fosse uma oração". Pediu então que todos levantassem as mãos. A canção diz: "o acaso vai me proteger enquanto eu estiver distraído" Parecia uma referência às balas perdidas e à violência do Rio de Janeiro.Eles cantaram também duas canções de Raul Seixas, o que tornou Raulzito uma referência na noite - antes o AfroReggae também já tinha cantado uma canção do baiano. Os Titãs cantaram "Nasci há 10 Mil Anos Atrás", e a "Aluga-se".Em seguida, o cantor Paulo Miklos também discursou: "Vamos mostrar que o Brasil também é craque de rock and roll".

Agencia Estado,

18 de fevereiro de 2006 | 21h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.