Tiazinha ensaia volta no mercado musical

Com o fim do contrato com a Band em 31 de dezembro, Suzana Alves, que vivia a personagem Tiazinha no extinto H, promete se dedicar à música ao lado do namorado, o ator Eriberto Leão. Sob o aval de Eriberto Monteiro, empresário de Tiazinha e pai de Leão, os dois montaram a banda Tiazinha e os Cavaleiros Mascarados, que deverá estar lançando seu primeiro CD até abril deste ano. Enquanto não entram em estúdio, Tiazinha aproveita para circular por várias emissoras, inclusive Globo, onde já gravou um quadro de game para o Caldeirão do Huck, ao lado do criador de seu personagem, Luciano Huck. "Achei que não tinha nada a ver aparecer na Globo como Tiazinha. Quem participou da brincadeira foi a Suzana Alves. Mas quando estiver com a minha banda, aí sim estarei como a personagem, de máscara, assim como os músicos que me acompanharão", avisa Suzana, de 22 anos, que teve de entrar na Justiça para poder disputar com a Band o uso do nome da personagem à qual deu vida. "Várias pessoas fizeram parte da criação da Tiazinha, mas quem assumiu a personagem e teve a idéia de usar a máscara fui eu, que na época, tinha vergonha de usar lingerie num programa de televisão", lembra. O "gelo" aplicado pela Band em Suzana teve início no ano passado, quando o programa As Aventuras de Tiazinha foi tirado do ar sem muitas explicações. "Agora vou me dedicar à música, mas não descarto a possibilidade de também investir em outras áreas", diz a musa, garantindo já ter recebido três convites para participar de peças teatrais. Contrato de exclusividade com alguma emissora, pelo menos por enquanto, não está nos planos de Suzana. "Vou participar de vários programas em emissoras diferentes. Neste próximo domingo (dia 28), por exemplo, estarei ao vivo no Domingo Legal (SBT) com o Eriberto", adianta. E por falar em Eriberto (com quem começou a namorar há um ano e dois meses, depois que ele fez uma participação especial em seu programa), em breve o casal deverá anunciar o esperado casamento. Pelo menos, é o que diz Eriberto, que não se cansa de declarar o amor por Suzana. "Nos casamos ainda este ano", garante o músico e ator, que recentemente interpretou o Ivan, de Marcas da Paixão, na Record.Para melhorar a performance no palco, Suzana faz há oito meses aulas de interpretação com a professora Dirce Helena de Carvalho, que também é responsável pela preparação de atores como Regina e Gabriela Duarte. "Essas aulas são fundamentais pra mim, porque tudo o que aprendo levo para o palco", diz. Ainda sem uma gravadora interessada em lançar seu disco, Suzana preferiu investir primeiro para depois oferecer o produto pronto. "Quem está produzindo é o Edu K., o mesmo que fez o Popozuda Rock´ Roll. Além disso, também vou mandar masterizar o CD nos Estados Unidos e gravar um clipe para divulgar a música de trabalho", reforça, lembrando que, assim como Eriberto Leão e os outros integrantes, também é responsável pela composição das músicas. "Já que vou investir em som, quero fazer algo que tenha a ver com a minha alma, com a minha história de vida", avisa. Eriberto, de 28 anos, antes de conhecer Suzana, já fez parte de duas bandas: Rip Monsters, onde tocava ao lado do apresentador Gastão Moreira, e Estranhus, que tinha praticamente a mesma formação do grupo anterior. "O som que vamos fazer não tem nada a ver com o que minhas bandas antigas faziam, nem com o que a Suzana fazia nas apresentações dela, mas é uma evolução de ambos. Vai ser algo no estilo pop rock", avisa Eriberto. "O trabalho que o Eriberto fazia era algo mais intelectual e o que eu faço é na linha popular", completa a musa, que encarregou a agência Fábrica de Quadrinhos de produzir o figurino dela e de seus "mascarados".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.