Divulgação
Divulgação

Thiago Pethit volta com 'Berlim, Texas' ao Studio SP

Cantor se apresenta sábado na casa de shows da Rua Augusta

Estadão.com.br,

16 de dezembro de 2010 | 16h31

O cantor Thiago Pethit volta a apresentar no Studio SP, neste sábado, 18, as canções de seu primeiro álbum, Berlim, Texas. Elogiado pela crítica, Pethit foi apontado por Caetano Veloso como destaque entre os nomes da atual música brasileira e venceu o prêmio Aposta MTV do VMB deste ano.

 

O disco de estreia do cantor traz onze faixas, todas de autoria de Pethit, e tem produção de Yury Kalil (do Cidadão Instigado) e direção artística de Jackson Araujo. O álbum conta com participações de Hélio Flanders (Vanguart), que faz dueto com Pethit na faixa Forasteiro, parceria da dupla; Marcelo Jeneci, no piano de Não se Vá; Regis Damasceno (Cidadão Instigado), no violão de aço em Don't Go Away; e do coro dos Novos Paulistas (Tiê, Tulipa Ruiz, Tatá Aeroplano e Dudu Tsuda), em White Hat. A faixa Sweet Funny Melody traz Pethit no piano solo. Nas outras músicas, o cantor é acompanhado por Otávio Ortega (acordeom e piano), Pedro Penna (violão, ukulele), Naná Rizinni (bateria e percussão) e Pedro Falcão (bateria e percussão).

 

A primeira vez em que Pethit subiu ao palco para apresentar oficialmente suas canções foi no Studio SP, em 2008, antes do show do compositor folk norte-americano Bonnie Prince Billy (Will Oldham). A apresentação foi seguida por uma temporada de shows lotados na casa, no projeto Cedo e Sentado - Aposta da Casa. Depois disso, o cantor foi escalado para abrir os shows de Jens Lekman, no projeto Invasão Sueca, também no Studio SP, e para o Festival Coquetel Molotov, em Recife, ao lado de Tiê, parceira musical frequente.

 

SERVIÇO

Thiago Pethit

Sábado, 18/12, às 23h

Studio SP. R. Augusta, 591 - São Paulo - Tel.: (11) 3129-7040

Ingressos: R$ 15 e R$ 20

Tudo o que sabemos sobre:
thiago pethitmpb

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.