'The Message' é considerada maior canção de hip hop de todos os tempos

O sucesso de 1982 "The Message", de Grandmaster Flash e dos Furious Five, foi nomeada o maior canção de hip hop de todos os tempos nesta quarta-feira, na primeira lista deste tipo compilada pela revista Rolling Stone para comemorar o gênero musical jovem, mas influente.

PIYA SINHA-ROY, Reuters

05 de dezembro de 2012 | 13h36

"The Message", que encabeça a lista de 50 músicas de hip hop influentes, foi a primeira faixa "a contar, com o ritmo e a força vocal do hip hop, a verdade sobre a vida moderna no interior das cidades na América", afirmou a Rolling Stone.

Grandmaster Flash e os Furious Five, um conjunto de hip hop do Bronx, em Nova York, foi formado em 1978 e tornou-se um dos pioneiros do gênero hip hop.

A lista completa traz canções que vão desde o hit de 1979 de Sugarhill Gang "Rapper's Delight", que ficou em segundo, até o hit de Kanye West de 2004 "Jesus Walks", que desembarcou no número 32.

"É uma lista que teria sido muito mais difícil de fazer 10 ou 15 anos atrás, porque o hip hop é muito jovem", disse Nathan Brackett, vice-editor-chefe da revista Rolling Stone, à Reuters.

As primeiras 10 faixas da lista trazem, em sua maioria, veteranos do hip hop, tais como Run-D.M.C. e o hit de 1983 "Sucker M.C.'s", o sucesso de Dr. Dre e Snoop Dogg de 1992 "Nuthin' But A 'G' Thang", a música do Public Enemy de 1990 "Fight The Power" e a faixa de Notorious B.I.G de 1994 "Juicy."

Outros artistas influentes nas 50 canções incluem os Beastie Boys, em 19º com "Paul Revere", e gravações de Jay-Z, Eminem, Missy Elliot, Outkast, Lauryn Hill, LL Cool J, Nas e o rapper falecido 2Pac.

A lista de 50 músicas foi compilada por um painel de 33 pessoas, incluindo editores da Rolling Stone e especialistas de hip hop. A lista completa será divulgada no site RollingStone.com e na revista nas bancas em 7 de dezembro. A edição terá quatro capas diferentes de Eminem, Jay-Z, Notorious BIG e 2Pac.

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICAROLLINGSTONELISTAHIPHOP*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.