The Clash não vai tocar no Hall of Fame

Os membros remanescentes do The Clash resolveram não se apresentar na cerimônia do Rock and Roll Hall of Fame, marcada para a próxima semana em Nova York. O evento tem recebido várias críticas nos últimos tempos por ser muito elitista. De acordo com a FoxNews, o dinheiro arrecadado com a festa (para a qual os convites custam US$ 1,5 mil por pessoa) não vai para o Rock Museum, de Cleveland, e sim para a fundação que ajuda os próprios homenageados, não músicos necessitados. A organização também está sendo criticada por não pagar os músicos de apoio que participam da cerimônia, apesar de vender os direitos de transmissão por "milhões de dólares" O baixista do The Clash, Paul Simonon, disse que a banda prefere se apresentar para seu "róprio público" The Police e Elvis Costello devem participar do evento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.