Tenda Eletro garante espaço da música eletrônica

Basicamente, a Tenda Eletro vai ter duas utilidades. Entre às 12h30 e às 18 horas, performances, espetáculos circenses e grupos de dança estarão se revezando num espaço de 1.287 metros quadrados. No entanto, a partir das 19 horas a tenda muda de figura para tornar-se um grande club onde a música eletrônica dará o tom. "Estamos começando os primeiros contatos com os nomes mais representativos da cena eletrônica mundial", garante Jomar Júnior, da assessoria de planejamento operacional e direção artística da Tenda Eletro.Segundo ele, a programação fará um apanhado das principais ramificações da música eletrônica. A saber - trance, tecno, house e drum and bass. Além dos contatos já estabelecidos, que aguardam retorno da proposta, Júnior revela estar de olho no movimento das festas pelo Brasil e em discussão constante com a mídia especializada no assunto. "Tenho visto gente muito boa por aí."Como exemplo - e por que não dizer quase certos no casting noturno da tenda - Júnior cita os brasileiros Mark Marky Ricardinho NS, Level 202 e a BUM ( Cooperativa de DJs da Baixada Fluminense). "O perfil da BUM tem tudo a ver com o festival, pois eles organizam festas nas regiões carentes do Rio com renda revertida à comunidade", conta.Os internacionais Carl Cox, Roni Size, Satomi Toshie, Sasha e FatBoy Slim também fazem parte dos contatos iniciais. "Como eu disse, não há nada confirmado, só sei que toda noite teremos grandes festas", avisa.De certo mesmo, serão duas atrações nacionais e duas internacionais que impreterivelmente vão discotecar até às 3 horas da manhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.