Helvio Romero/Estadao
Helvio Romero/Estadao

Temer diz que Belchior foi intérprete de uma época rica do País

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, também se pronunciou nas redes sociais

Thaís Barcellos, O Estado de S.Paulo

30 Abril 2017 | 16h27

O presidente Michel Temer prestou solidariedade, na sua página oficial do Twitter, à família e aos fãs do cantor e compositor Belchior, que morreu na madrugada deste domingo (30). "Triste pela morte de Belchior. Ele foi o intérprete de uma geração e de uma época rica do País", afirmou.

 

Conterrâneo de Belchior, o presidente do Senado Eunício Oliveira (PMDB-CE) também fez uma homenagem ao cantor em suas redes sociais. "Belchior conseguiu expressar a realidade de uma maneira tão criativa e verdadeira que arrebatou a todos. Os versos, as melodias e a voz marcante o fizeram um artista completo e único, uma referência para os amantes da boa arte", disse no Facebook.

Eunício se comparou a Belchior ao usar parte de uma música do cantor na publicação: "A exemplo dele, sou um rapaz latino americano, sem parentes importantes e vindo do interior, que busca pelo trabalho transformar para melhor a vida das pessoas", disse.

O senador também prestou solidariedade aos familiares, amigos e fãs. "Sua partida deixa enorme vazio, especialmente em nós, seus conterrâneos cearenses. Entretanto, a obra é perene e seguirá encantando por todo o sempre. Que Deus conforte os familiares, amigos e fãs, na certeza de que ele passa a cantar por nós na plenitude da vida eterna", completou

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.