Teatro Municipal anuncia nova temporada

O novo diretor do Teatro Municipal de São Paulo, o maestro Jamil Maluf, anunciou hoje o pacote inicial de concertos do ano. A primeira temporada, de abril a julho, será marcada por três novas séries de concertos, além de uma nova programação de matinês aos sábados. São ao todo 27 concertos, com 18 artistas. Apenas no final do mês chega a programação de assinaturas. Segundo Maluf, até agosto ele pretende ter definidas as atrações de 2006. No final de abril será feito o anúncio das três óperas previstas para estrear neste ano, de agosto a dezembro. "Em 2006 teremos ópera o ano todo", garante o maestro. Das três séries principais, duas giram em torno do repertório nacional. A primeira chama-se Solando pelo Brasil. A idéia é mostrar um pouco da produção brasileira dedicada a instrumentos solistas em companhia de orquestras. O concerto de abertura, em 10 de abril, tem, por exemplo, Naná Vasconcelos e seu Concerto para Berimbau, com a Experimental de Repertório. A segunda série é dedicada às sinfonias brasileiras. Começa com Roberto Duarte regendo a Sinfonia n.º 2 de Mario Ficarelli e tem ainda a Sexta de Camargo Guarnieri (Alex Klein,regente), a Nona de Claudio Santoro (Ira Levin) e a Sinfonia 2000 de Ronaldo Miranda (José Maria Florêncio), com a estréia de duas orquestrações: uma de Nelson Ayres sobresuíte de Debussy e outra de Jamil Maluf sobre a Sonata paraViolino e Piano de Cesar Franck. Já a terceira série, Todos os Cantos, é dedicada ao repertório coral sinfônico. Terá peças como o Te Deum de ErnaniAguiar, o Réquiem de Fauré, o Magnificat-Aleluia de Villa-Lobose a Missa de Glória de Puccini. Roberto Duarte, Naomi Munakata,Abel Rocha e Mário Zaccaro serão os regentes dessa programação. Matinês e vesperais - Na nova programação de matinês, destaque para as pequenas formações de câmara, como os Solistas da OERou o Trio Inhame. Já as séries semanais, Vesperais Líricas, com trechos deóperas, e Concertos do Meio-Dia, com recitais de música decâmara, serão transformadas em uma coisa só, a série Meio-Dia noOlido, e transportadas do Salão Nobre do Municipal para aGaleria Olido. O início será em maio e a entrada franca. Para asmatinês, os ingressos custam R$ 5. E, para os demais concertos,de R$ 5 a R$ 14.

Agencia Estado,

28 de março de 2005 | 18h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.