Teatro Dias Gomes revive anos 70

Golpe de Estado e Patrulha do Espaço, duas bandas que marcaram o rock brasileiro dos anos 80, menos pela semelhança com o Brock, mais pela musicalidade calcada nos anos 70, tocam neste sábado no Teatro Dias Gomes, em São Paulo. O Golpe de Estado traz como novidade a estréia oficial do novo vocalista, Kiko Müller, que junto aos membros fundadores, Hélcio Aguirra, Nelson Brito e Paulo Zinner, tem a responsabilidade de devolver ao Golpe o prestígio de outrora. A Patrulha do Espaço, que conta com Rolando Castello Júnior, Marcello Schevano, Rodrigo Hid e Luís Domingues, segue divulgando as músicas presentes em Chronophagia, álbum lançado no ano passado que marcou a volta do conjunto, com formação renovada. As canções compostas na época em que Arnaldo Baptista era líder da banda também fazem parte do repertório. Além disso, o quarteto toca músicas inéditas compostas para o próximo disco, a ser gravado ainda no primeiro semestre de 2001.A presença dos bateristas Rolando Castello Júnior (Patrulha) e Paulo Zinner (Golpe de Estado) é um destaque a parte. Os dois, que na semana passada fizeram no Centro Cultural São Paulo uma homenagem ao The Who - tocaram trechos da ópera-rock Tommy -, são nomes que marcaram a história do instrumento no Brasil, pelo menos quando o assunto é rock and roll.Golpe do Estado e Patrulha do Espaço - Sábado, às 21h, no Teatro Dias Gomes (Rua Domingos de Moraes, 348); Ingressos: R$ 15; Informações: 5571-6177

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.