Tatuí vai ganhar central de partituras

A criação da Central de Partituras Latino-Americanas será um dos destaques da 1ª Conferência e Encontro Regional Sul Americano de Compositores, Arranjadores e Regentes de Banda Sinfônica, que desta quinta-feira a 1º de dezembro no Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos, em Tatuí, interior de São Paulo. Segundo o coordenador-geral Antonio Carlos Neves Campos, diretor do Conservatório, a central atenderá compositores e arranjadores sul americanos, bem como a regentes de outras partes do mundo. "Eles terão acesso à produção sul americana, principalmente às obras não editadas".As atividades da conferência incluem palestra, painéis de apresentação do repertório musical sul americano e mesas redondas que irão debater questões regionais. Confirmaram presença os brasileiros Villani Cortês, Amaral Vieira e Lutero Rodrigues; o húngaro Laszlo Marosi; os norte-americanos James Croft, Timothy Reynish e Richard Miles; o paraguaio Florentin Gimenez; o argentino Vicente Moncho e a colombiana Pâmela Bustos. Para Campos, os objetivos incluem ainda "oferecer oportunidade a compositores e arranjadores sul americanos para que apresentem suas obras e a regentes de todo o mundo para conhecerem a produção sul americana voltada para banda sinfônica." Estavam inscritos até hoje 120 participantes, sendo 35 deles da América Latina, de países como Argentina, Equador, Venezuela, Costa Rica, Panamá, Chile e Colômbia. Os concertos, com entrada gratuita ao público acontecem no Teatro Procópio Ferreira, do Conservatório. Já as palestras serão realizadas no Salão Villa-Lobos, anexo ao teatro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.