David Moir/Reuters
David Moir/Reuters

Susan Boyle perde concurso, mas ganha contratos

Escocesa já tem acordos milionários fechados para gravar álbum e sair em turnê no Reino Unido e EUA

31 de maio de 2009 | 09h48

Susan Boyle ficou em segundo na aguardada final do programa de talentos Britain's got talent, mas já tem fechados acordos milionários para gravar um disco e excursionar pelo Reino Unidos e os Estados Unidos. Aos 48 anos, a escocesa solteirona se transformou de desempregada e voluntária em uma igreja em uma celebridade internacional em pouco mais de um mês.

 

Susan era vista como a mais provável vencedora na final do programa, concorrendo com outros nove finalistas. Perdeu para o grupo de dança Diversity, que possui um estilo urbano e dançava ao som de rap e dance music.

 

No programa deste sábado, 30, exibido pela TV britânica, a escocesa voltou a cantar I Dreamed a Dream, canção do musical Os Miseráveis que fez sua primeira apresentação na competição ser vista mais de 100 milhões de vezes no Youtube.

 

Veja também:

video Vídeo da última apresentação de Susan Boyle no programa 'Britain's got talent'

 

No final da apresentação, Susan agradeceu o apoio de todos de sua cidade natal e também do público. "Foi uma semana de muita pressão para todos nós. Mas valeu muito a pena. Eu me sinto em casa no palco. Afinal, estou entre amigos", afirmou.

 

Após cantar, a escocesa foi aplaudida de pé tanto pelo público quanto pelos jurados, que a exemplo das outras apresentações foram só elogios para a cantora. "Eu deveria ser imparcial, mas esqueça! Você é a melhor e deveria vencer essa competição", disse um dos jurados. Depois, ao receber o resultado, Susan afirmou: "As melhores pessoas venceram. Desejo a vocês o melhor", disse ela, que já avisou que pretende lançar um disco.

Tudo o que sabemos sobre:
Susan BoyleBritain's got talent

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.