Susan Boyle deve cantar para o papa

LONDRES, 10 de junho (Reuters Life!) - A estrela do momento Susan Boyle deve se apresentar para o papa Bento 16 durante sua visita à Grã-Bretanha, disse a Igreja da Escócia nesta quinta-feira.

REUTERS

10 de junho de 2010 | 16h10

A escocesa alcançou a fama mundial no ano passado depois de ser ovacionada no programa de TV "Britain's Got Talent" e sua apresentação se tornou um sucesso na Internet da noite para o dia.

Dezenas de milhares de pessoas entraram no YouTube para assistir Boyle cantar uma impressionante "I Dreamed a Dream" do musical "Os Miseráveis". Desde então, chegou ao topo das paradas mundo afora.

Susan Boyle também participou dos programas de entrevista norte-americanos apresentados por Oprah Winfrey e Larry King.

Agora, a ex-funcionária de uma igreja de 49 anos, que uma vez brincou sobre nunca ter sido beijada, está negociando com a Igreja Católica para se apresentar em uma missa pública em Glasgow durante a visita do papa em setembro.

"As negociações ainda estão acontecendo, mas esperamos que Susan Boyle se apresente na missa papal no Parque Bellahouston."

Não foram divulgadas mais informações e ainda não está claro que músicas ela apresentaria.

A porta-voz de Boyle disse em comunicado: "A agência de Susan está atualmente analisando a possibilidade disso acontecer." Não foram dados mais detalhes.

Boyle, que cantava no coral da igreja, é a antítese da celebridade moderna, com seu estilo simples e idade avançada.

O próprio papa tem feito um inesperado sucesso nas paradas de música. Um álbum do Vaticano com a participação de sua voz foi indicado para o Classical Brit Award (prêmio britânico da arte clássica).

Sua viagem de quatro dias esta prevista para os dias 16 e 19 de setembro.

A rainha Elizabeth, governante suprema da Igreja Anglicana, receberá o papa em sua residência oficial na Escócia.

O papa Bento deve realizar uma cerimônia em Londres na véspera antes de realizar a beatificação, um passo que antecede a santidade, do teólogo e educador do século 19, o cardeal John Henry Newman, em uma missa pública em Conventry.

(Reportagem de Avril Ormsby e Mike Collett-White)

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICABOYLEPAPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.