Divulgação
Divulgação

Superheavy, nova banda de Mick Jagger, lança primeiro disco

Com Joss Stone, Dave Stewart, Damian Marley e A.R. Rahman, quinteto mistura ritmos

REUTERS

21 de setembro de 2011 | 09h42

Dave Stewart subiu a montanha e se comunicou com um roqueiro superior - Mick Jagger. Assim surgiu o Superheavy, projeto guardado a sete chaves durante dois anos, e que nesta semana lança seu primeiro álbum.

Stewart, fundador do Eurythmics, ligou para o vocalista dos Rolling Stones do alto de um morro na Jamaica, depois de ter a ideia de formar um supergrupo a partir de diferentes gêneros.

Eles então reuniram a cantora britânica de soul Joss Stone, o artista de reggae Damian Marley e o compositor A.R. Rahman, responsável pela trilha de Quem Quer Ser Um Milionário?, para formar o Superheavy, que deu origem ao álbum homônimo.

Eles testaram a ideia há dois anos, durante uma sessão de duas horas num estúdio em Los Angeles, da qual resultou o que Stewart chamou de "essa barulheira".

"Aquilo nos deu muita confiança", disse Jagger à Reuters na companhia de todos os colegas de banda, à exceção de Damian, filho caçula de Bob Marley. "Tínhamos um monte de músicas. Não eram apenas improvisos e barulho. Tínhamos muitas canções, coros, todas essas coisas que realmente nos animaram a seguir adiante."

Duas temporadas em estúdio, com dez dias cada uma, se seguiram então. Após dois anos de mixagem, arranjos e outros detalhes - incluindo a capa, feita por Shepard Fairey, criador do famoso cartaz eleitoral Hope, de Barack Obama -, nascia um disco.

Diante da formação da banda, não surpreende que o trabalho seja uma colagem de vários estilos. O site da Rolling Stone, que lhe deu quatro estrelas, disse que a faixa Energy evoca o U2, com seus sintetizadores pop, e que em Satyameva Jayathe Jagger e Rahman surgem cantando versos no idioma híndi, sobre o fundo de um violino indo-celta.

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICAJAGGERBANDASuperheavyJoss Stone

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.