Stratovarius desembarca no Brasil para show nesta terça-feira

Com novo guitarrista e novo trabalho para divulgar, os finlandeses chegam com muitos motivos para comemorar

Luís Fernando Bovo, de O Estado de S. Paulo,

19 de outubro de 2009 | 14h10

Depois de acabar no ano passado, o Stratovarius ressuscitou e desembarca no Brasil para um show nesta terça-feira, 20, no Citibank Hall, em São Paulo. Com um novo guitarrista e um novo trabalho para divulgar, os finlandeses chegam com muitos motivos para comemorar. Matias Kupiainen, de 25 anos, vem sendo aclamado pelas revistas especializadas como um gênio da guitarra, o substituto perfeito do ex-líder e fundador Timo Tolkki, responsável pela qualidade do heavy metal melódico apresentado pelo grupo até hoje.

 

Polaris, o novo CD, recebeu boas críticas e apresenta um Stratovarius coeso, poderoso e de volta à fórmula que o consagrou. O registro é o 12º álbum da banda que, além de Kupiainen, conta com Timo Kotipelto nos vocais, Jens Johansson no teclado, Lauri Porra no baixo e Jörg Michael na bateria.

 

O nome da banda, criada oficialmente em 1984, é uma mistura do modelo de guitarra Stratocaster, da Fender, com a famosa marca de violinos Stradivarius. Os finlandeses sempre foram centrados na figura de Timo Tolkki. Ele sofreu com uma doença mental entre 2004 e 2005, o que aprofundou as desavenças internas que culminaram no final do grupo. Em abril de 2008, Tolkki anunciou o encerramento das atividades da banda em um comunicado na internet.

 

Como se vê agora, os antigos membros resolveram juntar os cacos e retomaram os trabalhos logo em seguida. O resultado é Polaris. No show de hoje, além do disco novo, eles devem fazer uma espécie de retrospectiva da carreira.

 

Serviço. Citibank Hall (Av. Jamaris, 213, Moema - www.citibankhall.com.br). Telefone: (0xx11) 2846-6000. Horário: 21h30. Classificação etária: não será permitida a entrada de menores de 10 anos. Preços: de R$ 130,00 a R$ 250,00

Tudo o que sabemos sobre:
Stratovarius

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.