Stones podem dispensar banda acusada de racismo

Os Rolling Stones podem dispensar o show de uma banda alemã acusada de racismo, que está programada para fazer a abertura de sua apresentação em Hanover, na Alemanha, em 8 de agosto. A banda Boehse Onkelz (algo como Tios Malvados) chegou a ser considerada ícone da extrema direita alemã nos anos 80, por músicas como Turks Out (Turcos Fora), em que há um verso dizendo ?voltem para Ancara, vocês me enojam?. A escolha da banda para abrir o show dos Stones foi feita pelo empresário alemão que vai produzir o show em Hanover. Os Stones ainda não tomaram uma decisão sobre o caso, mas segundo um porta-voz da banda, os veteranos britânicos não sabiam de nada. ?A banda foi contratada pelo empresário alemão de é a quarta banda mais vendida na Alemanha. Nós temos o Canberries, The Hives e o AC/DC em outros shows?, disse o porta-voz. Mas o baixista do Boehse Onkelz, Stephan Weidner, negou as acusações. No entanto, admitiu que a banda escreveu a canção racista Turks Out quando os integrantes da banda ainda tinham 16 anos, em 1980. Ele disse que a música foi tocada em público apenas uma vez, para um público de 25 fãs. ?Nunca foi lançada em disco ou CD. Só foi gravada em uma fita que nunca deveria ter sido ouvida fora do círculo de amigos íntimos dos integrantes da banda e da cena punk alemã", disse o baixista. Stephan Weidner também admitiu que sua banda foi a preferida dos skinheads alemães ainda na década de 80, mas disse que quando os carecas guinaram para o neonazismo, a banda se afastou. E sobre a música contra os turcos, tentou explicar: ?A música foi uma reação às brigas com vizinhos que eram turcos. Não tem desculpa, mas é uma explicação?.As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

Agencia Estado,

05 de junho de 2003 | 20h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.