Stone Temple Pilots demite o vocalista Scott Weiland

A banda de rock Stone Temple Pilots anunciou na quarta-feira a demissão do seu vocalista Scott Weiland - decisão que aparentemente surpreendeu o músico, um dos fundadores da banda e a voz por trás de seus grandes sucessos na década de 1990.

Reuters

27 Fevereiro 2013 | 20h33

"O Stone Temple Pilots anunciou que se desligou oficialmente de Scott Weiland", disse nota divulgada pela banda, que consiste agora do baixista Robert DeLeo, o guitarrista Dean DeLeo e o baterista Eric Kretz.

A banda não explicou as razões que levaram à demissão de Weiland.

"Soube do meu suposto ‘desligamento' do Stone Temple Pilots hoje de manhã, lendo a respeito na imprensa", disse Weiland em nota.

"Não sei ao certo como posso ser ‘desligado' de uma banda que fundei, liderei e fui coautor de muitos dos seus maiores sucessos, mas isso é algo para os meus advogados descobrirem", acrescentou.

Weiland, 45 anos, que fez dos seus urros e do seu cabelo vermelho um símbolo da era grunge no começo dos anos 1990, ajudou o Stone Temple Pilots a emplacar hits como "Plush" (1993) e "Interstate Love Song" (94).

A banda se separou em 2003, e voltou em 2008.

Weiland, que admitiu no passado ter problemas com drogas, inicia na sexta-feira uma turnê solo de um mês pelos EUA.

(Reportagem de Eric Kelsey)

Mais conteúdo sobre:
MUSICA STP DEMISSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.