Stockhausen compara atentado a arte e é repreendido

O Festival de Música de Hamburgo, no norte da Alemanha, cancelou hoje os quatro concertos que Karlheinz Stockhausen, de 73 anos, faria na cidade. Tudo por causa ao escândalo provocado por suas recentes declarações sobre os atentados terroristas aos Estados Unidos, segundo informou a agência alemã de notícias DPA. O homem que revolucionou a música contemporânea referiu-se aos ataques de 11 de setembro como "a maior obra de arte jamais criada" e ainda "algo com que nem sequer podemos sonhar na música".As afirmações foram feitas no domingo, em entrevista coletiva do festival de música. Na segunda-feira, o compositor, apontado o pai da música eletrônica, voltou à imprensa para explicar-se, dizendo que quis apenas lembrar o papel e a importância da "destruição" para o mundo artístico e que todas as demais declarações foram tiradas do contexto.

Agencia Estado,

18 de setembro de 2001 | 11h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.