Montagem
Montagem

Sting e Wayne Shorter conquistam o Prêmio Polar, considerado o Nobel da música

Premiação foi criada em 1989 pelo empresário do ABBA, Stig Anderson, e os vencedores recebem o equivalente a 113 mil dólares cada

Daniel Dickson, Reuters

07 de fevereiro de 2017 | 11h16

ESTOCOLMO - O roqueiro britânico Sting e o jazzista norte-americano de jazz Wayne Shorter foram homenageados com o Prêmio de Música Polar da Suécia, informaram membros do comitê responsável nesta terça-feira.

O Prêmio de Música Polar foi criado em 1989 pelo empresário do grupo ABBA, Stig Anderson, e os vencedores recebem o equivalente a 113 mil dólares cada.

"Como compositor, Sting combina o pop clássico com uma musicalidade de virtuoso e uma abertura para todos os gêneros e sons do mundo inteiro", informou o comitê em comunicado.

"Sting é um verdadeiro cidadão do mundo que também tem sido infatigável ao usar sua posição de artista que enche arenas para promover os direitos humanos".

O comitê disse que o saxofonista e compositor Shorter "procurou constantemente caminhos nunca desbravados" em uma carreira que inclui trabalhos em grupos como o Jazz Messengers de Art Blakey, o chamado Segundo Grande Quinteto de Miles Davis e o Weather Report.

"Como artista solo, ele vem gravando álbuns há seis décadas, e escreveu várias das composições mais duradouras da história do jazz", segundo o comitê.         

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.