STF mantém condenação de Roberto e Erasmo Carlos

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Nelson Jobim manteve nesta segunda-feira a condenação deprática de plágio contra os cantores e compositores Roberto Carlos e Erasmo Carlos. Os dois artistas entraram com recurso contra decisão tomada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou seguimento a um outro pedidoquestionando sentença já tomada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Em 1990, Sebastião Braga entrou com ação na Justiça do Rio de Janeiro acusando os cantores de terem plagiado música de sua autoria. Segundo a denúncia de Sebastião Braga, Roberto Carlos teria gravado, em disco lançadoem 1987, a música "O Careta", que seria uma cópia "melódica e harmônica" da letra "Loucuras de Amor", de autoria de Braga. Para o ministro Jobim, não se trata de matéria constitucional, não cabendo portanto, recurso ao STF.

Agencia Estado,

10 de março de 2003 | 21h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.