Reuters
Reuters

Stevie Wonder será eternizado no Salão de Lendas do Apollo Theater

Lendária sala de Nova York vai homednagear o músico em junho

EFE

04 de fevereiro de 2011 | 12h43

O Apollo Theater de Nova York, a lendária sala onde nasceram as carreiras de algumas das maiores estrelas da música negra, como Ella Fitzgerald e James Brown, terá a partir de junho Stevie Wonder integrando a lista de membros do seu Salão de Lendas, informou a entidade nesta quinta-feira.

A sala de espetáculos anunciou que o autor da clássica I Just Call To Say I Love You fará companhia, entre outros, a Little RIchard, Quincy Jones, Smokey Robinson e Patti Labelle.

"Stevie Wonder é uma autêntica lenda do Apollo e um clássico da música americana. Por isso, desejamos que junho chegue logo para dotá-lo da máxima honra do Apollo", explicou em comunicado Jonelle Procope, a presidente da instituição cultural situada no bairro do Harlem.

Quando o artista estreou no teatro nova-iorquino, era conhecido ainda como Little Stevie Wonder e, com apenas 12 anos, já viajava com músicos profissionais "graças a sua habilidade de cantar e tocar gaita, órgão e bateria", lembraram os responsáveis do Apollo, onde Wonder se apresentou pela última vez em 2005.

Stevie Wonder, que ao longo dos seus 60 anos foi agraciado com 24 prêmios Grammy, lançou em 2005 A Time To Love, o último dos seus mais de 40 álbuns.

Em 2010, o Apollo Theater homenageou Michael Jackson e Aretha Franklin em seu Salão de Lendas, uma instituição reservada aos maiores artistas da música negra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.