Sony lança pacote com 24 CDs da Jovem Guarda

Não se trata do mainstream da Jovem Guarda. Não tem Roberto nem Erasmo aqui, mas The Youngsters, Trio Melodia, Robert Livi, José Roberto, Pedro Paulo e outros esquecidos. E também Wanderléa e Jerry Adriani, mais célebres. A data também não é uma efeméride respeitável - 35 anos da Jovem Guarda. Parece mesmo apenas uma desova de arquivo da Sony Music.Mas o fato é que o pacote 2 por Um da gravadora reúne 24 volumes, todos com discos duplos, além de faixas-bônus que ajudam a fazer a arqueologia sonora daquelas jovens tardes de domingo. Alguns desses CDs só estão no mercado de novo por generosidade de alguns colecionadores, como Valdir de Almeida Siqueira e Luiz Antonio Cardoso Martins, que cederam suas capas originais para a Sony Music.Os melhores discos são de fato os mais prováveis, como os oito CDs de Renato e Seus Blue Caps. Estão ali desde Viva a Juventude, gravado em janeiro de 1965 pela gangue de Renato Barros, até Renato e Seus Blue Caps, gravado em agosto de 1971. Esse primeiro disco de Renato e Seus Blue Caps, Viva a Juventude, é totalmente decalcado dos Beatles, com o iê-iê-iê de Negro Gato (Getúlio Cortes) e o megassucesso Menina Linda, versão de I Should Have Know Better, de Lennon e McCartney. Há outras duas versões dos Beatles aqui: Garota Malvada (I Call Your Name) e Sou Feliz Dançando com Você (I´m so Happy just To Dance with You). "Aqueles anos representaram muito para mim, musicalmente; politicamente não", lembrou Renato Barros, em depoimento no livro No Embalo da Jovem Guarda, de Ricardo Pugialli (Ampersand Editora). "Em 64 eu estava servindo no Exército, no Regimento Sampaio; era engraçado eu, cheio de rock na cabeça, de cassetete na mão fazendo segurança em porta de trem na Central do Brasil", ele conta.Esse divórcio entre música e realidade, entre política e guitarra, entre ser jovem e ser maduro, era a grande marca da música que se fez naquela época. O disco que marca a gênese dessa geração é inacreditável: Sergio Murilo, gravado em novembro de 1959 com a orquestra do maestro Lyrio Panicalli. Murilo canta nesse seu primeiro disco versões de Paul Anka, Neil Sedaka e outros astros do incipiente rock´n´roll, mas também se arrisca em interpretações pessoais de duas composições de Edison Borges. "Sergio Murilo não é somente cantor de rocks e baladas mas também de música popular brasileira", dizia o texto no encarte, anunciando o novo astro. Em 1959, já havia a preocupação em não gerar uma legião de clones musicais. Com uma voz inusual, de moleque afinado à beira da adolescência, Sergio Murilo Moreira Rosa, carioca do Catete, barbariza estabelecendo-se entre o crooner de baile, discípulo de Frank Sinatra e o bossa-novista renitente. Chegou a ser ídolo - pasmem - no Peru, onde provocou confusão de fãs na rua. O outro disco dele no pacote, Novamente Sergio Murilo, traz o cantor com acompanhamento de Bob Rose e seu conjunto, aí já muito mais na onda do rock´n´roll e do twist, em janeiro de 1961.Pacote - Entre os mais bizarros do pacote estão dois discos do The Youngsters, gravados em 1963 e 1964. Twist only Twist, como o nome diz, só traz músicas do gênero - mas boa parte em espanhol (embora sejam faixas predominantemente instrumentais). Bienvenido Amor abre com um canto de canarinhos, seguido de solos de trompete e saxofone.Wanderléa Salim, a Ternurinha, mineira de Governador Valadares, comparece com seis discos. Num deles, Wanderléa, gravado em janeiro de 1963, ela tinha apenas 17 anos. O Velho Turco, seu pai, ainda proibia que ela fosse a programas de auditório, na época. Era a Christina Aguilera dos anos 60, muito mais do que uma Sandy. Entre as faixas dessa antigüidade, está uma inacreditável chamada Picada da Pulguinha, de Gilberto Lima e Dora Lopes. "Uma pulguinha me mordeu na orelha", canta a Ternurinha. "Eu fiquei louca quando olhei no espelho". Jerry Adriani tem dez CDs relançados. O cantor Jair Alves de Souza, nascido no Tatuapé, foi um dos rebeldes da Jovem Guarda. Filho de operários, foi iniciado no meio musical pela avó, que o ensinava a cantar em italiano - portanto, não foi uma novidade seu disco interpretando Renato Russo na língua de Dante. Antes mesmo, em 1964, ele já tinha gravado dois em italiano: Italianíssimo e Credi a Me. Também só tinha 17 anos, o pirralho."Já chorei de raiva, tristeza e de alegria, sou muito supersticioso e ando sempre com meu amuleto", dizia Sergio Murilo a uma revista de variedades em setembro de 1965. "Farei tudo para ser jovem de espírito no ano 2000", anunciava. O espírito da Jovem Guarda parece um tanto perdido no ano 2000, mas ninguém pode contestar-lhe o pioneirismo e o entusiasmo histórico.Coleção Jovem Guarda. 24 CDs duplos com capas originais. Sony Music. Preço médio do CD: R$ 24,00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.