Instagram/Reprodução
Instagram/Reprodução

Sony encerra contrato com DJ Ivis por conta de vídeos de agressão

Gravadora demorou cerca de três dias para tomar decisão definitiva após anúncio de que estava 'revisando sua relação com o artista'

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de julho de 2021 | 17h14

A gravadora Sony Music Brasil anunciou o rompimento de seu contrato com o DJ Ivis, que recentemente foi preso em Fortaleza após a divulgação de vídeos em que aparece agredindo a sua esposa, Pamella Holanda. Em comunicado divulgado na sexta-feira, 16,, a gravadora afirmou que "decidiu terminar o contrato com DJ Ivis e ele não fará mais parte do nosso elenco".

A decisão levou alguns dias para ser tomada. Na última terça-feira, 13 de julho, a empresa havia emitido a seguinte nota, sem tomar uma posição definitiva: "A Sony Music Brasil leva as acusações contra o DJ Ivis muito a sério e não tolera esse tipo de comportamento. Acreditamos na criação de um ambiente seguro e inclusivo para todos. No momento, estamos revisando nossa relação com o artista".

Após a divulgação dos vídeos de uma câmera de segurança em que aparece agredindo a mulher no apartamento onde moravam, em Eusébio, na região metropolitana de Fortaleza, Ceará, o DJ Ivis passou a ser alvo de protestos nas redes sociais. Além de revolta de cantores da região como Xand Avião - que o desligou da empresa Vybbe - Sol Almeida e Ivete Sangalo, diversas rádios do Ceará retiraram as suas músicas da programação.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
DJ IvisSony

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.